Um trabalhador no Brasil contratado a 10,5 salários mínimo (R$ 10.000,00), custará ao seu empregador cerca de R$ 20.000,00 (R$ 10.000,00 de salário + R$ 10.000,00 em imposto pago ao governo em forma de “encargos trabalhistas”). Contudo ele terá retido no Imposto de Renda 25% do valor recebido, ou seja, cerca de R$ 2.500,00 pagos ao governo. No fim do mês esse mesmo trabalhador, contrato por R$ 10.000,00, mas que custa R$ 20.000,00, receberá líquido R$ 7.500,00.

Contudo, com todo ser humano, esse trabalhador precisa realizar aquisição de produtos e serviços, principalmente de caráter de consumo pessoal, cuja carga tributária fica em média de 50% de tudo que for adquirido.

Dos R$ 7.500,00 que ele recebeu líquido no fim do mês, mais R$ 3.750,00 foram pagos em forma de impostos ao governo.

No fim da contas o empregador gasta R$ 20.000,00 com um trabalhador que receberá, depois de descontados todos os impostos pagos ao governo, R$ 3.750,00.

Ao todo, nessa simples relação de trabalho, o governo embolsou, sem produzir nada, R$ 16.250,00.

Se esse mesmo empregador tivesse uma empresa em Luxemburgo, uma monarquia europeia, gastando os mesmos R$ 20.000,00 com um trabalhador, este receberia, depois de todos os impostos pagos ao governo, R$ 18.000,00.

Contudo, o salário mínimo em Luxemburgo é 700% mais alto do no Brasil, mesmo com uma carga tributária 60% mais baixa.

Quer aumentar seu salário sem trabalhar a mais por isso? Pague menos impostos.

Jaufran Siqueira é sócio-diretor da Brasil Property Incorporações, fundador-presidente do Instituto Filipe Camarão e conselheiro da Associação Una Voce Natal

Jaufran Siqueira

Jaufran Siqueira

Católico, empreendedor, defensor da Vida, da Família e da Liberdade

Veja todos os posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *